i

quinta-feira, 6 de novembro de 2014

Dilma: perdedores não podem ter “ressentimento”

A presidente Dilma Rousseff voltou a defender ontem um diálogo entre vencedores e derrotados nas eleições. Um dia depois de o senador tucano Aécio Neves afirmar que o governo perdeu a legitimidade de dialogar com a oposição por ter feito uma campanha eleitoral virulenta, ela disse que não pode haver “ressentimento” dos perdedores.

“Qualquer tentativa de retaliação por parte de quem ganhou ou ressentimento por parte de quem perdeu é uma incompreensão do processo democrático. E mais, criaria no Brasil um quadro caótico: o presidente eleito por um lado não conversa com o governador eleito por outro” afirmou a presidente, após um encontro com lideranças e parlamentares do PSD. Em seu primeiro discurso desde o dia do segundo turno, Dilma declarou que é hora de “desmontar os palanques”.

Nenhum comentário: