i

quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012

Vereador de Ipanguaçu acha prematura discussão sobre vice, mas afirma que PSB buscará indicação

Presidente do diretório municipal do PSB em Ipanguaçu, Vale do Açu, o vereador Josimar Lopes não vê como sendo producente a precipitação do debate por sobre a indicação do candidato a vice-prefeito do sistema governista municipal.

O entendimento do dirigente pessebista é que ainda é cedo para tratar do tema. Porém, admite que o PSB alimenta a esperança de que lhe caiba a designação do futuro companheiro de chapa do prefeito e virtual candidato à reeleição, Leonardo da Silva Oliveira (PT).

Josimar Lopes, que é citado como a provável indicação do partido para tal projeto, lembrou que quando o PSB consumou um entendimento político-administrativo com o chefe do Executivo, o fez na intenção de somar em todos os aspectos.

"Nosso sentimento é o de ajudar e colaborar com a administração. Não vejo que é o momento adequado para se tratar da questão do vice agora", observou o parlamentar-mirim. Para ele, há tempo suficiente para que, na hora oportuna, este debate seja iniciado.  

Parlamentar espera reconhecimento do governismo
O vereador Josimar Lopes registra que o PSB quer ser reconhecido como um partido forte e que veio auxiliar a gestão já com uma importante estrutura política composta por três vereadores.

Ele não escondeu que um dos objetivos políticos da agremiação é indicar o companheiro do prefeito na constituição da chapa majoritária situacionista com vistas à sucessão municipal de 7 de outubro vindouro.

Contudo, Josimar Lopes explica que o partido não será intransigente nesta postura. Disse que, se houver nomes que acrescentem mais, o PSB não criará empecilhos.

RUMORES
"É interesse do partido que ele faça parte (da chapa majoritária) agora, se tiver pessoas que somem mais para o nosso projeto, a gente está disposto a ajudar de forma correta", reiterou.

Josimar Lopes preferiu não comentar as especulações dando conta de que poderia ser preterido da indicação ao posto de vice pelo fato de não ter conseguido atrair para a seara de situação o seu cunhado, ex-prefeito Hélio Santiago Lopes (PSD), que se solidarizou com a pré-candidatura da ex-primeira-dama Rizomar Figueiredo Barbosa (PMDB).

Por conta disto, se falou que ele poderia ceder espaço na chapa para o ex-vice-prefeito Mário Silvério da Costa (DEM).

Nenhum comentário: