i

sexta-feira, 4 de setembro de 2015

Educadores estrangeiros participam de Jornada de Alfabetização na UFRN


Cerca de 400 educadores do Brasil, Portugal, Estados Unidos, Bélgica e Bruxelas participam desde essa terça-feira, 2, da I Jornada Internacional de Alfabetização, promovida pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) com o apoio de mais cinco universidades (PUC/SP, PUC/RS, UFPE, UFMG e UESB/BA), do Ministério da Educação (MEC), CAPES e do CNPq.

Aberto pelo vice-reitor, José Daniel Diniz Melo, o evento se constitui por um conjunto de 23 atividades distribuídas em três dias, além de sessões de pôsteres e lançamento de livros que giram em torno da leitura, escrita, ensino e educação.

Ao recepcionar os participantes em nome da coordenação, a professora Angela Chuvas Naschold, da UFRN, declarou que o evento se propõe a contribuir para a discussão sobre os desafios do país em relação à alfabetização dos brasileiros.

“Um dos problemas do Brasil é a dificuldade na alfabetização na idade certa, mas estamos fazendo um esforço para superá-los, pois acreditamos na educação pública básica”, colocou Jeane Dantas, Presidente da União dos Dirigentes Municipais de Educação (UNDINE).

Ações da UFRN

Entre as ações que a UFRN desenvolve no ensino, pesquisa, extensão e inovação, para o aperfeiçoamento da formação do educador, está o primeiro Curso de Especialização em Leitura e Neurociências, ofertado no interior do estado. O curso funciona desde março de 2015, no município de Ipanguaçu, Região do Vale do Açu, no Rio Grande do Norte, com um total de 70 alunos matriculados. À frente da coordenaçã,o estão os professores Ângela Chuvas Naschold e Antônio Pereira, ambos do quadro docente da UFRN.

AGECOM

Nenhum comentário: