i

sábado, 31 de maio de 2014

TCE encontrou irregularidades na secretaria administrada por Rizomar Barbosa

A poucas horas para a eleição, o ex-prefeito José de Deus (PP), registrou o nome da ex-candidata derrotada nas eleições de 2012. Rizomar Barbosa (PMBD) foi o nome escolhido pelo marido para concorrer a eleição suplementar definida para este domingo, 1º de junho. 

O ex-prefeito, teve o registro negado pela corte do Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte (TRE/RN). Isso porque o ext-prefeito é inelegível por ter suas contas de governo em 2005 desaprovadas pela Câmara Municipal, condenado ainda em processo pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE/RN), condenações do impugnado pela Justiça Federal de 1ª instância em ações de improbidade administrativa em que lhe foi imputada a suspensão dos direitos políticos pelo prazo de oito anos, como também a relação de concubinato existente entre a irmã do ex-prefeito Leonardo Oliveira, a senhora Leda Maria de Oliveira e o impugnado José de Deus Barbosa Filho, acarretando a inelegibilidade por parentesco por afinidade em 2º grau. 

Rizomar Barbosa terá como candidata a vice na chapa, Edinalva Lopes (DEM), companheira da última eleição na qual amargurou a derrota com mais de 1.800 votos. Rizomar foi ex-secretária de Assistência Social durante o governo do marido, José de Deus, na qual foi condenado pela justiça a devolver ao município a quantia de R$ 18.742,57. De acordo com a 1ª Câmara do Tribunal de Contas do RN, há irregularidades na comprovação de despesas na Secretaria de Assistência Social, cuja secretária era a esposa de José de Deus, Rizomar Barbosa, pré-candidata à prefeitura. Veja aqui.

O ressarcimento ao erário é referente às despesas indevidas com lanches para programas e participação de oficinas e às despesas com a concessão irregular de diárias. O TCE não conseguiu determinar para onde foi o dinheiro.

A candidata enfrenta, o prefeito interino e candidato Geraldo Paulino (PT), apoiado pelo ex-prefeito, Leonardo Oliveira (PT). A eleição ocorre das 8 as 17h, com pouco menos de 10 mil eleitores são esperados para votar.

Nenhum comentário: