i

sábado, 15 de março de 2014

Del Monte no Brasil emite comunicado e decide não exportar banana

Após a veiculação na mídia da suposta suspensão das atividades na multinacional Del Monte Fresh Produce Brasil, com uma de suas fazendas na cidade de Ipanguaçu, interior do Rio Grande do Norte, a direção da empresa emitiu um comunicado oficial na qual menciona a falta de condições internas desfavoráveis, sitando a seca como uma delas, além de não conseguir manter os altos custos com as exportações no mercado Europeu, a qual ainda se recupera da crise econômica.

Ainda no comunicado Del Monte afirma que vem fazendo mudanças significativas na área de banana, permitindo converter em uma empresa de menor porte, e que desde dezembro do ano passo seus clientes foram informados de tal decisão, visto que seus produtos estão sendo comercializados apenas no mercado nacional. 

Veja o comunicado na integra: 

Ante as especulações que surgiram a partir da decisão da Del Monte Fresh Produce Brasil de parar de exportar a partir da semana 26/2014, consideramos oportuno comunicar aos nossos trabalhadores, nossos clientes e ao público em geral que, depois de lutar por vários anos para alcançar uma operação que pudesse competir com os demais países latino-americanos produtores de frutas (Banana, Abacaxi e Melão) e ter oferecido emprego direto a 6.900 trabalhadores nos Estados do RN e CE, com uma logística de mais de 10 mil contêineres por ano, a Del Monte Brasil já não pode sustentar os altos custos e um mercado Europeu fraco, aliado a condições internas desfavoráveis (seca e outras) que impactaram de forma severa e negativa as nossas operações.

Por esse motivo, decidiu fazer mudanças significativas na área de Banana que permitam converter-se em uma empresa de menor porte, mas eficiente. Para isso, decidiu reduzir a operação mantendo produção somente para mercado nacional, buscando outras alternativas de culturas e, conservando, sem dúvida, nossos Sistemas de Gestão e Certificações, os quais são garantia absoluta dos nossos produtos a nível global, sendo o que nos mantêm na liderança e preferência dos consumidores na competitiva indústria mundial de frutas frescas.

Desde dezembro, nosso quadro gerencial comunicou tal decisão pessoalmente a nossa seleta carteira de clientes, sem ter havido nenhuma mudança desde então.

Após esclarecimentos, convidamos os consumidores a continuar preferindo nossos produtos, pois esta decisão considerou produzir somente nas nossas melhores plantações, assegurando não somente manter como melhorar de forma consistente a QUALIDADE e INOCUIDADE dos nossos produtos.

Comunicado extraído do blog, Pauta Aberta. 

Nenhum comentário: