i

sexta-feira, 13 de setembro de 2013

Fátima Bezerra: Meu desejo é disputar o senado

fatima greveEm entrevista ao repórter Paulo Júnior(Jornal Correio do Seridó), a deputada federal Fátima Bezerra (PT) confirmou que é pré-candidata a renovar o mandato de deputada federal nas eleições de 2014, mas deixou claro que está estudando com carinho e determinação, a possibilidade de sair candidata ao Senado.
 “Este é o meu desejo e também do PT do Rio Grande do Norte e em nível nacional. A direção nacional do PT defende esse caminho e tem uma avaliação de que o nosso nome guarda competitividade do ponto de vista de uma disputa majoritária e como o PT a nível nacional tem como objetivo central a renovação do mandato da Presidente Dilma e aumentar o número de governadores e fazer a maior bancada de deputados federais e de senadores, é com base nesse cenário que o PT nacional tem me incentivado e deseja que eu saia candidata ao senado”, afirmou Fátima Bezerra.
A parlamentar ressaltou que a decisão só será tomada no momento oportuno, ou seja, em 2014.
“Vamos continuar o nosso trabalho em prol do Rio Grande do Norte, lutando pelo desenvolvimento da educação e do ponto de vista político interno, continuar o trabalho de organização do PT no Rio Grande do Norte, com a realização de um ciclo de seminários regionais e anuncio que em setembro será o último seminário em Natal”, enfatizou Fátima Bezerra, confirmando que vai retomar a conversa com os partidos aliados.
DEM e o fracasso do RN
Na mesma entrevista a deputada federal Fátima Bezerra revelou ao repórter Paulo Júnior (Jornal Correio do Seridó) que a meta do PT é trabalhar para unir a oposição, articular uma boa aliança e apresentar um bom projeto para o Rio Grande, um projeto convincente e que seja capaz de fazer renascer a esperança no coração do povo norte-rio-grandense, no sentido de mudar este estado de coisas.
“O governo do DEM é um fracasso e eu nunca vi o Rio Grande do Norte numa situação tão grave como a de hoje. É o pior governo da história do Rio Grande do Norte, sendo um caos do ponto de vista político e administrativo”, comentou Fátima Bezerra.

Nenhum comentário: