i

terça-feira, 11 de junho de 2013

Papa reconhece dificuldade para promover reforma na Igreja


francisco crism
O papa Francisco reconheceu a dificuldade de promover reformas na cúria da Igreja Católica Apostólica Romana ao se referir a uma “corrente de corrupção” e à existência de um “lobby gay” durante encontro com religiosos latino-americanos. A reunião com os líderes ocorreu no último dia 6, sob a coordenação da Confederação Latino-Americana e das Caraíbas dos religiosos e religiosas (Clar).

Na reunião com os religiosos, o papa disse que a reforma da cúria, que conta com o apoio de ”quase todos os cardeais”, é um projeto “difícil”. As avaliações de Francisco foram publicadas, de maneira resumida, no sitecatólico Reflexão e Libertação.

“Na cúria, há pessoas santas verdadeiramente, mas também há uma corrente de corrupção”, diz um trecho do texto. “Fala-se de lobby gay e é verdade, ele existe”, acrescenta o texto atribuído ao papa. “Não posso fazer eu a reforma”, diz ainda o texto, reproduzindo as palavras de Francisco. Segundo o site, o trabalho de organização para promover a reforma será conduzida por uma comissão de oito cardeais que o papa nomeou e que deverá se reunir, pela primeira vez, em Roma, na Itália, em outubro.

Robson Pires

Nenhum comentário: