i

quarta-feira, 6 de junho de 2012

Profissão Repórter mostra o caos nos hospitais públicos do RN e destaca Caicó

O retrato do caos no sistema de saúde pública do RN, mostrado pelo programa Profissão Repórter, da Rede Globo de Televisão, não deve ter pego nenhum potiguar de surpresa nem tampouco os caicoenses e moradores de mais de 20 cidades que gravitam em torno da capital do Seridó. Esse filme é antigo, mas logicamente, quando é levado ao ar em rede nacional, por uma TV com a audiência da Rede Globo, a repercussão é imediata e instantânea. O assunto dominou as redes sociais na noite deste dia 05 de junho.Os repórteres Paula Akemi, Eliane Scardovelli e Rafael Batista foram os profissionais que viajaram para Pau dos Ferros e Caicó
Caicó
Com uma câmera na mão e algumas roupas na mochila, a repórter Paula Akemi passou três dias no hospital de Caicó (RN). A situação por lá não é muito diferente da de Pau dos Ferros. O doutor Irami Araújo, ex-prefeito de Caicó, foi chamado de herói pelo repórter Caco Barcelos, e não foi a toa. Mesmo com um lado do corpo paralisado, por conta de um AVC, Irami atendeu cerca de 200 pessoas em um único dia.
UTI em Caicó é eufemismo
A repórter entrou naquela que seria a UTI do HRC. De cara, o médico a alertou que o local não tem respirador. Ele disse também que se o paciente precisar desse equipamento vai morrer. Tal situação, segundo o Ministério da Saúde, não caracteriza uma UTI, porém em uma sala ao lado, três equipamentos novos e modernos estavam parados por falta da capacitação técnica de profissionais para operá-los, além de faltar peças periféricas. O médico desabafou. “Por falta de condições básicas de funcionamento, muitas Marias, Joãos e Pedros já morreram e vão morrer a míngua no Hospital Regional de Caicó”. Apesar de ter sido exibida nesta terça, a reportagem foi gravada no início de maio.
Por V&C Artigos e Notícias – CLIQUE AQUI para rever a reportagem
Robson Pires

Nenhum comentário: