i

quinta-feira, 1 de dezembro de 2011

Acusado de matar ex-prefeito de Carnaúbas é condenado a 101 anos de prisão


Os sete jurados do Conselho de Sentença do Tribunal do Júri Popular da Comarca de Mossoró condenaram ontem o réu Francisco Sales Fernandes, conhecido na região Oeste do Rio Grande do Norte como “Negão da Serra”, a 101 anos de reclusão em regime fechado. Ele foi condenado pela prática de cinco homicídios duplamente qualificados, crime ocorrido no dia 7 de novembro de 2001, que teve como vítimas o então prefeito de Caraúbas, o médico Aguinaldo Pereira da Silva, sua esposa Antônia Gurgel da Nóbrega Pereira, os policiais militares Ronaldo Rafael da Silva e Cláudio Pereira do Nascimento, que faziam a segurança do prefeito, e o caseiro Everlânio da Silva.

Durante o julgamento que durou aproximadamente cinco horas e que ocorreu no Fórum Municipal Desembargador Silveira Martins, em Mossoró, o juiz de Direito Vagnos Kelly Figueiredo de Medeiros aplicou a dosimetria da penas para cada uma das cinco vítimas, separadamente.

Pela morte do prefeito Aguinaldo Pereira, o réu foi condenado a 21 anos; pelo assassinato de Antônia Gurgel, o réu pegou mais 20 anos; além de outros 20 anos pelo homicídio de Ronaldo Rafael; mais 20 anos pela morte de Cláudio Pereira; e outros 20 anos pelo crime contra Everlânio da Silva, totalizando 101 anos de reclusão.

“Negão da Serra” é um dos poucos acusados do crime que continua vivo. Atualmente, ele cumpre pena no Presídio Aníbal Bruno, em Recife (PE).

Por Robson Pires, 

Nenhum comentário: