i

terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

Começam as aulas para 310 mil alunos do RN

O ano letivo na rede estadual de educação começou ontem para mais de 310 mil alunos, em 718 unidades de ensino, em todas as regiões do Estado.

Para iniciar o ano letivo, a Secretaria de Estado da Educação e da Cultura (SEEC) montou uma força-tarefa para colocar alunos e professores em sala de aula.

Uma das medidas adotadas foi a contratação de 1.032 professores, classificados no processo seletivo simplificado, para suprir o déficit e iniciar o ano de acordo com o calendário planejado.

Em praticamente todo o Estado existem problemas com a falta de professores em sala de aula Considerando as necessidades das escolas da rede estadual em relação ao quadro de professores para o início do ano letivo, a SEEC está definindo um conjunto de ações com vistas a ajudar as escolas a minimizar a possível falta de professores na 1ª semana do ano letivo.

Esta iniciativa se pauta em princípios que foram assumidos pela Secretaria de Educação: garantir o cumprimento legal dos 200 dias letivos, ou seja, as 800 horas de aula/ano, comprometer cada vez mais a pasta no apoio as atividades curriculares das escolas, principalmente nesse início de ano letivo.

A SEEC, por meio dos seus setores pedagógicos, planejou um conjunto de atividades que incidirão, principalmente, nas escolas com maiores necessidades.

Serão palestras motivacionais sobre a importância de participar do Enem, competências e habilidades exigidas do aluno cidadão no mundo contemporâneo, educação empreendedora nas escolas do ensino médio, e sobre a lei afro-indígena.

Também serão realizadas sessões de cinema na escola, trabalhos sobre políticas de inclusão, produção textual, rodas de leitura, literatura de cordel, prevenção ao uso de drogas e “bullying” nas escolas, e trabalhos artísticos com danças folclóricas.

Para o ensino fundamental, os técnicos da SEEC  prepararam oficinas com livros didáticos, programa barco escola, mediadores de leitura, material didático dos programas Alfa e Beto e correção de fluxo, saúde, matemática e exibição de filmes educativos.    


Fonte: O Mossoroense

Nenhum comentário: