i

terça-feira, 2 de dezembro de 2014

Reunião discute implantação do programa Cidades Digitais em Ipanguaçu


No ano passado o município de Ipanguaçu, localizado à 214 km de Natal, foi selecionado pelo Governo Federal para a implantação do programa “Cidades Digitais. O programa tem o objetivo a construção de redes de fibras ópticas que possibilitem a conexão entre os órgãos públicos, o acesso da população a serviços de governo eletrônico e a espaços de uso de internet livre.

Além de Ipanguaçu sete municípios do Rio Grande do Norte serão atendidos com o programa que está incluído no Programa de Aceleração do Crescimento, o PAC 2.

Na última quarta-feira(26) o município recebeu a visita do engenheiro elétrico e de telecomunicações da empresa vencedora. Ele é um dos funcionários na qual acompanhará a implantação do projeto selecionado para cidade. 

Segundo o secretário de Planejamento e Administração, Abdon Soares Júnior, a implantação do projeto se dará pela empresa vencedora do pregão eletrônico, realizado pela própria união. “A visita é um trabalho preliminar de reconhecimento da área pela empresa vencedora. Eles instalarão um anel de fibra óptica que interligará os órgãos públicos, o programa será uma importante conquista para a qualidade do serviço público”, frisa o secretário. 

No projeto orçado em 1 milhão de reais está previsto a implantação da rede de fibra ópticas com conexão entre os órgãos públicos com a implantação de aplicativos de gestão para os setores financeiro, tributário, saúde e educação, além de pontos de acesso público à internet de forma gratuita com postos de wiffe. 

A reunião que aconteceu na sede do governo municipal contou com as presenças ainda do subsecretário de Obras e Serviços Urbanos Genilo Rodrigues, da subsecretária de Recursos Humanos Lúcia Araújo, do Assessor de Tecnologia da Informação Diego Maradona e da equipe municipal que acompanhará todo o processo de implantação e gerenciamento da rede. 

O assessor de tecnologia da informação do município, Diego Maradona, destaca que o projeto inicial sofrerá alterações para se adequar a realidade topográfica do município. Ele explica que serão usados 4km de fibra ótica com 15 pontos de internet, “o projeto sofreu alterações e passará por uma nova análise na qual será feito pelo Ministério das Comunicações. Acreditamos a partir daí implantar um cronograma de implantação do programa na cidade”, explica Diego, que informa, as alterações se dá pela necessidade de se forma um anel entorno de uma área onde estejam instalados as instituições públicas do município. 

O programa Cidades Digitais do Ministério das Comunicações ainda inclui cursos técnicos e treinamento de servidores para o gerenciamento dessa rede por meio do Pronatec - Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego. 

Nenhum comentário: