i

terça-feira, 28 de outubro de 2014

Professoras e alunos de Ipanguaçu representarão o RN na semifinal da Olimpíada de Língua Portuguesa

Docente e estudante do município selecionados no gênero poema participam da semifinal esta semana em Minas Gerais. Em novembro os semifinalistas da categoria crônica se encontram no estado do Rio Grande do Sul. 

Professores e alunos classificados na etapa regional da “Olimpíada de Língua Portuguesa - Escrevendo o Futuro” começam a viajar esta semana para a semifinal do concurso que estará reunindo no total as 500 produções textuais escolhidas nos estados brasileiros, 125 delas são textos selecionado em cada gênero. Os semifinalistas foram escolhidos entre os mais de 5 mil municípios inscritos. Durante quatro encontros os finalistas serão anunciados pelos os organizadores da OLP 2014. 

De Ipanguaçu, a professora Adrilene Souza Bento orientadora da estudante Francisca Ilderlânia da Rocha Siqueira do 6º ano da Escola Municipal Adalberto Nobre de Siqueira, localizada no assentamento Tabuleiro Alto, embarcam juntas nesta terça-feira (28) para Belo Horizonte, capital do estado de Minas Gerais. 

A estudante Ilderlânia da Rocha foi vencedora da etapa estadual no gênero poema que traz como título, “Caixinha de segredo”. As duas ficarão na capital mineira até a sexta-feira(31). 

Segundo a secretária de Educação, a professora Jeane Dantas, os professores e alunos classificados participarão de atividades programáticas para reescrita dos textos, como também leituras e palestras, “o encontro da etapa regional será muito importante para o crescimento dos semifinalistas. Além do trabalho de reescrita do texto ocorrerá o intercâmbio de conhecimento entre os alunos e professores de todo o Brasil, uma troca de conhecimento valido para o crescimento de todos. Nós ficamos na torcida!”, diz a secretária. 

No próximo mês, de 10 a 12 de novembro, os próximos a embarcar para participar das oficinas são os outros semifinalistas do município, só que desta vez na categoria crônica. 

O aluno Carlos Camilo Batista Vieira, estudante do 9º ano do ensino fundamental na Escola Municipal Francisco Florêncio Lopes da comunidade de Pataxó viaja com a professora Diana Lopes Bezerra. O encontro do gênero acontece em Porto Alegre, no estado do Rio Grande do Sul. Ele é um dos vencedores da etapa estadual com a crônica, “Só entra quem pode". 

No Rio Grande do Norte ao todo são 17 estudantes e  professorem que concorrem nos gêneros: poema, memórias literárias, crônica e artigo de opinião. A Olimpíada de Língua Portuguesa Escrevendo o Futuro acontece a cada dois anos e objetiva estimular professores e estudantes a leitura e escrita nas escolas públicas. O concurso premia as melhores produções de todo o país. 

O concurso é uma iniciativa do Ministério da Educação (MEC) e da Fundação Itaú Social, com coordenação técnica do Cenpec — Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária, a Olimpíada de Língua Portuguesa Escrevendo o Futuro tem como parceiros na execução das ações o Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed), a União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime) e o Canal Futura.

Nenhum comentário: