i

quarta-feira, 17 de setembro de 2014

Ufersa amplia vagas em Medicina

O número de vagas para o curso de Medicina na Universidade Federal Rural do Semi-Árido (Ufersa) será ampliado no Campus de Mossoró. A princípio, o Ministério da Educação (MEC) havia autorizada a criação do Centro de Saúde com oferta de 60 vagas para o ingresso em 2016. No entanto, depois de uma articulação do reitor José de Arimatea de Matos, a Universidade foi autorizada a abrir mais 20 vagas para o ingresso de novos graduandos já em 2017.

Gildo Bento
José de Arimatea, reitor da Ufersa, destaca esforços da instituição para ampliar oferta de vagas e estrutura no curso de Medicina


A decisão por ampliar para 80 o número de vagas em Mossoró foi tomada na última quarta-feira, 10 de setembro, durante a reunião de Pactuação de Implantação do Curso de Medicina nos Campus de Mossoró e Assú que reuniu, em Brasília, a Diretora de Desenvolvimento da Rede de IFES (Institutos Federais de Ensino Superior), Adriana Weska; o Diretor de Desenvolvimento da Educação em Saúde, Vinícius da Rocha; a Coordenadora-geral de RH da Secretaria de Educação Superior do MEC, Dulce Maria Tristão; o Coordenador-geral de Expansão e Gestão da Educação em Saúde, Otoniel Gomes e o reitor José de Arimatea.

Com a conquista de mais vagas, também será ampliado o número de novos servidores para atender a demanda do Centro de Saúde da Ufersa Mossoró. Entre os anos de 2015 a 2017, serão realizados concursos para a efetivação de 80 professores (antes eram 60) e 40 técnicos-administrativos (antes eram 30). “A Pactuação é um ato que afirma o compromisso do Governo Federal com a Universidade”, detalha o reitor.

Agora, a Ufersa passará a contar com 140 vagas de Medicina distribuídas entre dois Centros de Saúde. Além do Campus Central com as 80 vagas - sendo 60 para o ingresso imediato em 2016 e mais 20 para 2017 -, também serão ofertadas outras 60 vagas no novo campus da instituição autorizado para a cidade de Assú, já em 2016.

Infraestrutura
A chegada do curso de Medicina na Ufersa é um sonho cada vez mais real. No começo do mês de agosto, a Universidade concluiu o projeto arquitetônico e paisagístico do Centro de Saúde que será construído em Mossoró e Assú.

Assinado pelos profissionais da Superintendência de Infraestrutura (SIN) da Ufersa, o projeto já prevê a ampliação no número de vagas. E mais: “a estrutura foi planejada para receber não apenas o curso de Medicina, mas também outras graduações na área da Saúde”, antecipa o reitor José de Arimatea.

A médica Andrea Taborda Ribas da Cunha integra a comissão de implantação do curso de Medicina e explica que a estrutura física e pedagógica montada pela Ufersa terá como missão formar profissionais generalistas, mas sobretudo articulados com a rede local de saúde.

Tribuna do Norte

Nenhum comentário: