i

terça-feira, 17 de dezembro de 2013

PF investiga lavagem e sonegação de aproximadamente R$ 400 milhões em Mossoró

A Polícia Federal no Rio Grande do Norte, em conjunto com a Receita Federal do Brasil e Ministério Público Federal, deflagrou na manhã desta terça-feira (17), a Operação Salt (“Salt” significa “sal” em inglês, fazendo referência à atividade do principal investigado, que é empresário do ramo salineiro no RN), visando desmantelar suposta organização criminosa voltada à prática de crimes tributários e lavagem de dinheiro.

A investigação, que durou aproximadamente seis meses, revelou que a organização criava empresas nos ramos da carcinicultura, tecelagem, salineiro, venda de veículos e combustível, encabeçadas pelos chamados “laranjas”, para o fim de sonegar tributos e promover a lavagem do dinheiro.

A fraude imputada à atuação do grupo criminoso gira em torno de R$ 400 milhões, número que pode ser ultrapassado após a análise dos documentos apreendidos nas sedes das empresas e das pessoas físicas envolvidas.

Foram investigadas 37 empresas e cumpridos 21 mandados de busca e apreensão, expedidos pela Justiça Federal de Mossoró, nos estados do Rio Grande do Norte, Paraíba, Ceará e Pernambuco. Participaram da operação 88 policiais federais.

Nenhum comentário: