i

quinta-feira, 3 de outubro de 2013

RN ganha mártires como padroeiros

Tribuna do Norte – Os 30 Protomártires de Cunhaú e Uruaçu passam a ser venerados, a partir de hoje, como padroeiros do Rio Grande do Norte, e celebrados como solenidade em todas as igrejas e capelas do Estado. Entre eles, os padres André de Soveral e Ambrosio Francisco Ferro e o leigo Mateus Moreira. O decreto de nº 7/2013 nesse sentido foi assinado pelo arcebispo metropolitano de Natal, dom Jaime Vieira Rocha e, ontem, o site da Arquidiocese de Natal já trazia a proclamação.

Os mártires foram sacrificados e mortos pelos invasores holandeses em 16 de julho de 1645 por não abjurarem a fé católica, casos dos padres André de Soveral e Ambrósio Francisco Ferro e o leigo Mateus Moreira e mais 27 companheiros. O arcebispo de Natal, Dom Jaime Vieira, ressaltou que com o decreto, a partir desta quinta-feira, 3 de outubro, eles, não apenas passam a ser venerados como Padroeiros do Estado, em todas as Igrejas e Capelas, mas a igreja constitui oficialmente a festa religiosa e litúrgica dos mártires.

O arcebispo de Natal determinou que o decreto seja enviado à Cúria das Dioceses de Mossoró e Caicó. Segundo D. Jaime, para constituir o documento que institui os padroeiros para o Estado, também assinado pelo chanceler da Cúria Metropolitana, padre Valtair Lira Lucas, houve consulta ao bispo de Mossoró, dom Mariano Manzana e ao administrador diocesano de Caicó, monsenhor Ivanoff Pereira, além das dioceses sufragâneas de Natal. “Temos o apoio e a concordância de todos”, afirmou D. Jaime Vieira.

Para emitir o decreto, o arcebispo de Natal considerou alguns fatos, como a beatificação dos mártires, ocorrida em 5 de março de 2000, na praça de São Pedro, no Vaticano, pelo então papa João Paulo II, que os chamou de Protomártires do Brasil, reconhecendo-os como “os primeiros a testemunharem com o sangue em terras brasileiras a Fé em Cristo e o Amor à Igreja Católica”. Também considerou-se o reconhecimento pelos Bispos do Brasil da fidelidade do leigo Mateus Moreira à Santa Eucaristia, que rezou na hora do martírio “Louvado seja o Santíssimo Sacramento”, proclamando-o em 2005 Padroeiro dos Ministros da Eucaristia no Brasil. Além disso, considerou-se o fato de a data de 3 de outubro ser reconhecida por parte do poder público civil, através de lei estadual, como dia da Festa dos Protomártires do Brasil, um feriado estadual.

Nenhum comentário: