i

segunda-feira, 13 de maio de 2013

Universitário pobre terá bolsa de 400 reais


O Ministério da Educação (MEC) anunciou que vai começar a pagar, a partir de junho, uma bolsa auxílio de 400 reais para estudantes de instituições federais que tenham renda familiar de até 1,5 salário mínimo por pessoa (1.017) e façam cursos com pelo menos 5 horas diárias de aulas.
Para indígenas e quilombolas que comprovarem baixa renda, o valor do benefício será de 900 reais. O Programa Nacional de Bolsa Permanência, segundo o governo, tem o objetivo de garantir que alunos pobres não deixem de concluir o ensino superior. O valor da bolsa será repassado mensalmente por meio de cartões do Banco do Brasil.

Nenhum comentário: