i

quarta-feira, 8 de agosto de 2012

Dom Jaime diz que padres não devem se envolver com a política partidária

Ainda em entrevista publicada no Jornal de Hoje, fom Jaime afirmou que a orientação da Igreja é que os padres não devem se envolver com a política partidária. Ele se referiu à orientação dada recentemente pela Igreja no sentido de proibir a candidatura de padres no Rio Grande do Norte. “Lembro-me do tempo em que a Igreja tinha seus representantes na vida pública, mas a realidade de hoje se apresenta de um modo diferente. Foi João Paulo II que tomou essa decisão de afastar os padres da política partidária, por ver que seria algo próprio do leigo e não dos padres”, lembrou.
Indagado se esta decisão não restringiria uma participação mais ampla dos líderes da Igreja na transformação da sociedade, Dom Jaime afirmou que isso foi antigamente e que os tempos são outros, de dedicação exclusiva dos clérigos aos postulados da Igreja Católica. “O padre, numa paróquia do interior, dentro da sua liderança normal, tinha que atender às necessidades fundamentais da comunidade, como construir um colégio, um hospital, promover algum meio de comunicação. Era a paróquia que se apresentava como a grande porta que deveria se abrir para as necessidades de uma população”, recordou.

Nenhum comentário: