i

terça-feira, 17 de julho de 2012

Três candidaturas estão sub judice na Grande Natal

Somente na Grande Natal existem três candidaturas sub judice. Na capital, o ex-prefeito Carlos Eduardo (PDT), que teve sua prestação de contas referente ao exercício financeiro de 2008 reprovada pela Câmara Municipal de Natal, conseguiu uma limar na Justiça para não ter seu registro indeferido. Mesmo assim, a coligação do adversário Rogério Marinho, candidato do PSDB, impetrou o pedido de impugnação de sua candidatura. O caso está na Justiça.
Os candidatos a prefeito de Macaíba, Fernando Cunha (PMN), e Ceará-Mirim, Edinólia Melo (PMDB) também tiveram prestações de contas rejeitadas pelo TCE. De acordo com o calendário eleitoral, os pedidos de impugnação de candidaturas poderão ser feitos até o dia 4 de agosto. Porém, isso não impede que um candidato impugnado participe do pleito. Ele poderá concorrer sub judice até que a Justiça decida o caso.
 No entanto, se ao final do processo a impugnação for confirmada e o candidato tiver sido eleito, ele terá que deixar o cargo. A lista de políticos que tiveram contas rejeitadas pelo TCE, TCU ou Câmaras Municipais ultrapassa os mil nomes. Muitos candidatos concorrerão sub judice.
Robson Pires

Nenhum comentário: