i

sexta-feira, 18 de maio de 2012

Advogado diz que perícia mostra que assinaturas em cheques foram falsificadas

Bruno Giovane
Advogado Armando Holanda durante entrevista coletiva
Um novo indício deve dar reviravolta no caso do desvio dos precatórios do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte TJ/RN. Vários documentos apresentados e entregues a imprensa na manhã desta sexta-feira (18) pelo advogado do desembargador Oswaldo Cruz, Armando Holanda, aponta fraude na assinatura de cheques.

A rubrica que autorizava o pagamento não era do desembargador.

A perícia foi feita pelo perito criminal Elinaldo Cavalcante da Silva, formado pela Academia Nacional da Polícia Federal.

A análise dos cheques surpreende por alguns pontos, de acordo com o documento distribuído entre os jornalistas: foram dez pontos ao todo, entre eles, a altura dos símbolos, a extensão da escrita, a inclinação dos eixos gramaticais, as formas das ligações e as relações de proporcionalidade
De acordo com o Laudo de Exame Documentoscópico (Grafotécnico), ‘os referidos lançamentos da assinatura exarada no cheque em questão, apresentavam-se com seus traçados sem harmonia, e sem muita desenvoltura nos desenvolvimentos dos gramas que compõem os traços’.

A conclusão do laudo é a de que ‘face as divergências de ordem morfogenética s e idiográficas encontradas quando dos cortejos gráficos, referida “assinatura” e rubrica não emaneram do punho do fornecedor, sendo portanto inautênticas”.

Devido a essa “falsificação” na assinatura a defesa do Desembargador enviou todos os cheques com as assinaturas do Desembargador Osvaldo Cruz para serem periciados.

Os documentos do desembargador usados como base para a perícia foram apresentados no dia 8 de maio.

As informações são do Blog de Bruno Giovanni
Jornal De Fato

Nenhum comentário: