i

terça-feira, 14 de fevereiro de 2012

Prefeitura de Ipanguaçu dá inicio à 16ª Jornada Pedagógica, discutindo a relação de responsabilidades mútuas entre as famílias e a escola



Discutir as responsabilidades pertinentes à família e à escola, estabelecendo uma linha clara entre os papéis de cada uma na formação científica e cidadã dos alunos. Este é o objetivo da 16ª Jornada Pedagógica de Ipanguaçu, iniciada nesta segunda-feira (13) pela prefeitura do município no auditório do IFRN local. Prestigiaram a abertura, além do prefeito Leonardo Oliveira e da vice-prefeita Vera Lúcia, a coordenadora do Sindicato dos Trabalhadores na Educação do RN (SINTE/RN) Maria de Fátima Oliveira Cardoso, a presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Ipanguaçu (SINDISEPI) Serjane Araújo, a professora Edilza Maria representando o campus e os diretores e professores das escolas estaduais e municipais.

Mais de 270 profissionais da área da educação estiveram presentes, como também coordenadores e monitores dos projetos Ação Criança, Pró Jovem e do Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (PETI).

Uma das inovações desta edição do evento é a participação dos pais dos alunos em algumas de suas discussões. Para o prefeito Leonardo Oliveira, isso é fundamental, pois o processo educativo deve ser realizado em parceria entre as famílias e as escolas. “Cada um deve ser sua parcela no ensino de seu filho. O ensino será realmente de qualidade quando tivermos escola e comunidade seguindo lado a lado, em uma relação mútua. Em nossa atual conjuntura social, a sociedade tem atribuído responsabilidades à instituição escolar que antes não faziam parte desse escopo, e isso deve ser encarado com bom senso, reflexão e criticidade positiva dos membros da escola”, afirma o prefeito.

Os trabalhos se iniciaram com a leitura de um cordel de autoria do pastor da Igreja Presbiteriana do Brasil José Francisco do Nascimento. Em seu texto, denominado “Na Escola o Matuto Vira Doutor”, o autor fala sobre a importância do estudo para crianças, jovens, adultos e idosos. Abrindo a programação de palestras, a pedagoga e Especialista em Educação Luciana Medeiros da Cunha abordou o tema central do evento: “Cuidar e Educar: Uma relação de responsabilidades mútuas entre a família e a escola”. No segundo momento, ocorreu a palestra “Planejamento e suas múltiplas faces”, proferida pela coordenadora do SINTE/RN, a pedagoga Maria de Fátima Oliveira Cardoso.

Para a professora de português Angelina Luíza, o primeiro dia de Jornada Pedagógica foi muito valioso. “As duas palestras foram bastante proveitosas, pois abordaram temas abrangentes no fazer pedagógico. Creio que essa semana será muito produtiva e que os conhecimentos nela construídos nos respaldarão educacionalmente, melhorando as nossas práticas em sala de aula”, aponta.

Nesta terça-feira (14) se inicia o fórum de apresentação da Cartilha de Avaliação do Desempenho do Docente. No dia 15, na Escola Municipal Francisco Soares da Costa, na comunidade de Pedrinhas, será deflagrado o ciclo de Ateliês Pedagógicos.

A jornada será encerrada nos dias 16 e 17, quando as instituições escolares realizarão em cada uma das escolas municipais a produção do Projeto Político Pedagógico – PPP; a elaboração do Regimento Interno Escolar e a composição do Planejamento Anual Docente, que deverão ser entregues à Secretaria Municipal de Educação de Ipanguaçu até o dia 27 de fevereiro.

Nenhum comentário: