i

quarta-feira, 11 de março de 2015

Prefeito Leonardo Oliveira recebe grevistas da educação

Nos últimos anos a Prefeitura de Ipanguaçu vem investindo, criado e apoiado diversas políticas de valorização da educação básica e dos profissionais da área. Uma das medidas de valorização foi implantação do Plano de Carreira, Cargos e Salários do Magistério Público, além da implantação das eleições diretas para as escolas e o cumprimento do Pino Nacional dos professores.

Após entrarem em greve, uma comissão criada pelo Sindicato dos Servidores Públicos de Ipanguaçu (Sindsep) se reuniu nesta quarta-feira, 11, com o prefeito Leonardo Oliveira, secretária de Educação, Jeane Dantas e o secretário de Administração Abdon Soares. A comissão foi recebida pelo gestor municipal afim de estabelecer o diálogo entre o governo e a categoria.

Em reunião, o gestor falou do ato inesperado do inicio de uma greve sem que o Sindicato abrisse a mesa para as negociações.

Nas discursões a comissão seguida pela presidente do Sindsep, Maria Helena, colocou em pauta as reivindicações da categoria. A proposta é de que os professores passem a ter de 24h para 20h aula, além de melhorias nas condições de trabalho e agilidade nos requerimentos impetrado pelos funcionários.

O prefeito Leonardo Oliveira, falou da recomendação expedida pela Promotoria de Justiça de Ipanguaçu, e que a Prefeitura ao longo dos anos, vem cumprido a lei nas mais diferentes instancias em busca de manter a legalidade entre os poderes.

Ao fim da reunião, ficou estabelecido propostas entre o governo e o sindicato. A Prefeitura por meio a Secretaria de Educação, estudará sobre a carga horária dos profissionais como o impacto financeiro, como dará prosseguimento as demais reinvindicações. 

O gestor deixou claro, ainda, que as escolas municipais vem passando por recuperação da estrutura de forma gradual, e que esse trabalho prosseguirá pelas demais instituições escolares.  Leonardo, solicitou que os professores retornem as salas de aulas, de maneira que os estudantes não sejam prejudicados, e consequentemente o ano letivo.
 
O Sindisep reunirá a categoria nesta quinta-feira, 12, para o repasse dos acordos aos demais professores, após a assembleia a categoria deverá decidir se mantem ou não a greve.

Nenhum comentário: