i

segunda-feira, 19 de janeiro de 2015

Secretaria de Agricultura de Ipanguaçu cadastra demanda para o programa Terra Pronta





A Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente de Ipanguaçu esta reunindo os pequenos agricultores do município para o planejamento do Programa Terra Pronta. As reuniões e cadastramento que iniciaram no último dia 16, buscam avaliar a demanda e distribuição do beneficio por todo o município.

Segundo o secretário da pasta, Mario Silvério, uma equipe da Secretaria esta percorrendo as comunidades do município fazendo esse trabalho de cadastramento, a fim de atender a agricultura de sequeiro, como os demais pequenos produtores. “Montamos um cronograma de visitas, os agricultores devem ficar atentos as reuniões, e efetivar o cadastramento”, informa. 

No ano passado cerca de 500 famílias foram atendidas pelo programa no município, fruto da parceria com o Governo do Estado, na distribuição de sementes, e a Petrobras com a doação de 10 mil litros de óleo. A Prefeitura cabe o maquinário e preparação do solo. O convênio entre as intuições deve ser assinado nos próximos meses. 

Neste dia 19, as reuniões acontecem às 14h na casa de Jairo na comunidade Salina, Porto às 15h, Picada às 16h e Itu às 18h na sede da associação respectivamente; Dia 20 às 9:30h em Cuó na sede da associação, Luzeiro às 10:30h na Escola Municipal, Pedrinhas às 14h na Capela; Dia 21 Pataxó às 15h no Centro de Convivência Manoel Wilson Xavier; No dia 22 o cadastramento ocorre às 15h nas comunidades de São Miguel, Barra e Passagem na Escola Francisco Canindé de Oliveira.

Relacionado a problemática no volume de água no Rio Pataxó, Mario disse que nesta quarta(21) se reunirá com a promotora de justiça da comarca do município, para discutir o tema e outras demandas. Às 15h, ele se reúne em Natal com o Secretário de Estado dos Recursos Hídricos, José Mairton França, na qual acompanhado por uma comitiva de agricultores apresentará ao novo secretário as dificuldades enfrentadas pelo município tocante ao assunto. "Esperamos manter um dialogo firme para que possamos encontrar um solução. As famílias não podem sofrer com esse problema mais", destaca o secretário, Mario Silvério. 

Nenhum comentário: