i

terça-feira, 8 de abril de 2014

Em Ipanguaçu caravana da Olimpíada de Língua Portuguesa percorre escolas e promove desenvolvimento da escrita ente professores e alunos


A cidade de Ipanguaçu tem sido reconhecida nos últimos anos pelo êxito conquistado dentro das políticas de formação de leitores na educação básica. Em busca de consolidar e expandir as iniciativas, o município integra por mais um ano a 4ª Edição da Olimpíada de Língua Portuguesa (OLP) - Escrevendo o Futuro. O município a mais de 200km da capital – Natal, criou uma estratégia somada pela Secretaria Municipal de Educação. A ideia é a promoção da primeira Caravana da OLP, que está percorrendo as instituições de ensino fundamental e médio de todo o município.

Segundo a coordenadora da OLP no município, a professora Aloma Saraiva, a olimpíada tem ganhado a atenção dos professores, por configura-se como um momento não só de repasse de informações básicas, mas também como um pontapé inicial para o desenvolvimento de todas as atividades relacionadas à OLP no município.

Além disso, segundo a professora, a iniciativa da caravana objetiva com os encontro, motivar os professores para que se inscrevam e participem efetivamente de todo o processo. “Em Ipanguaçu leitura e escrita são assuntos tratados com seriedade e muita dedicação, pois aqui acreditamos que essas práticas são essenciais à formação dos nossos professores e dos nossos alunos. Nas visitas que a caravana propõe, ocorre rodas de conversa onde alunos e professores que já participaram contam suas experiências para todos os que formam a comunidade escolar”, relata a professora que destaca ainda que a caravana constitui em ações de formação para alunos e professores sobre os gêneros textuais que serão estudados durante o processo da olimpíada. 

A Olimpíada de Língua Portuguesa é umas iniciativas junto ao Ministério da Educação, o Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária (CENPEC) e a Fundação Itaú Social que buscam promover a prática didática de professores de língua portuguesa da rede pública bem como o desenvolvimento de competências de escrita junto aos alunos na perspectiva de contribuir com a qualidade do ensino nas escolas públicas. 

Ao todo 15 escolas serão visitadas até o fim deste mês, cinco já receberam a visita da caravana. Entre elas dez são da rede municipal, quatro estaduais e um instituto federal. 

A Olimpíada é realizada a cada dois anos. Podem participar docentes e alunos de 5º ao 9º do ensino fundamental e 1º ao 3º anos do ensino médio. Os estudantes de 5º e 6º anos participarão no gênero poema, os alunos de 7º e 8º anos desenvolverão textos de memórias literárias e os do 9º ano do ensino fundamental e do 1º ano do ensino médio irão trabalhar com crônica. Os alunos do 2º e 3º ano do ensino médio articulam-se em torno do gênero artigo de opinião.

Ao longo do ano, haverá cinco etapas de seleção dos textos: escolar, municipal, estadual, regional e, finalmente, a nacional, no mês de dezembro.





Nenhum comentário: