i

quarta-feira, 29 de janeiro de 2014

Professores estaduais em greve terão ponto cortado

Atualmente, a rede estadual de ensino conta com mais de 10 mil professores em todo o Rio Grande do Norte.
Os professores da rede estadual de ensino do Rio Grande do Norte terão ponto cortado. O anúncio foi feito pelo secretário-adjunto de Educação, Joaquim Oliveira em entrevista à Intertv Cabugi nesta terça-feira (29), primeiro dia de greve dos professores.

Na entrevista o secretário apontou que o Governo do Estado não tem interesse em dialogar com a categoria e disse que a paralisação tem conotação política, provocada pelo Sindicato. A greve foi definida ontem (28) em assembleiapelos professores. 

De acordo com o Sindicato dos Trabalhadores em Educação (Sinte), o Governo não cumpriu o prometido no fim da greve do ano passado, em agosto e "se comprometeu apenas a pagar o terço de férias no próximo pagamento e a reajustar o piso salarial em fevereiro com retroativo a janeiro, mas que as promessas são obrigações do Estado". 

Atualmente, a rede estadual de ensino conta com mais de 10 mil professores em todo o Rio Grande do Norte.

Na pauta de reivindicações da greve estão: a revisão do Plano de Carreira do Magistério; o pagamento de uma Letra para os professores; o redimensionamento do porte das escolas e gratificação dos diretores; a modificação da portaria 731/2003; a permanência da Letra quando da Promoção Vertical; o mecanismo de Concessão de Licenças-prêmios; ajuste do déficit na correção salarial de 2013; complementação na base salarial dos funcionários da educação e convocação dos concursados.

Nominuto.com 

Nenhum comentário: