i

terça-feira, 3 de dezembro de 2013

Primeira eleição para diretor marca processo democrático e participativo nas escolas municipais de Ipanguaçu


Através de voto direto e secreto a Escola Municipal Adalberto Nobre de Siqueira, na comunidade de Tabuleiro Alto no município de Ipanguaçu, foi sede da primeira eleição para Diretor (a) e Vice diretor (a). Com a participação dos pais, alunos, servidores e educadores a eleição aconteceu durante todo o dia de segunda-feira(02). 

A condução do processo eleitoral foi comandada por uma comissão eleitoral escolar constituída por um professor, um servidor e um responsável por um aluno, toda a eleição foi supervisionada pela Comissão Central para Eleições Diretas da Rede Municipal e a Secretaria Municipal de Educação.

Para Jeane Dantas, Secretária de Educação do município, o processo eleitoral na escola marca a história da comunidade educacional da cidade, abrindo caminhos para o fortalecimento do espaço democrático e participativo nas escolas públicas municipais. “Ficamos felizes por consolidar está eleição, as outras escolas terão a eleição para diretores (as) realizados de forma gradativa. Esse momento abre espaço para continuarmos discutindo a educação pública, caminhando para a elevação do IDEB, na redução na taxa de analfabetismo funcional no ensino fundamental e aumentando o número de crianças alfabetizadas e letradas na idade certa. O nosso maior desejo é ver a educação caminhar, como se deve”, destaca a secretária. A expectativa é de Que até 2015 todas as escolas passem pela eleição direta para a escolha do gestor(a) escolar. 


A primeira eleição na rede municipal foi regulamentada pela Lei Complementar de nº 16/2011 e obteve 216 votos validos. A única chapa homologada para candidatura da direção da Escola Municipal Adalberto Nobre de Siqueira, teve candidata como diretora, Maria da Conceição Lopes de Sousa e Manoel Gilvan de Melo como candidato a vice-diretor, e obtiveram 195 votos (90,3%), tendo ainda no processo eleitoral 18 votos (8,3%) brancos, e 03 votos (1,4%) nulos. A candidatura será homologadas e publicadas no Jornal Oficial do Município (JOM) na próxima sexta-feira(06), a chapa eleita terá um mandato de dois anos à contar da posse previsto para 2 de Janeiro.


 









Nenhum comentário: