i

domingo, 1 de dezembro de 2013

Caldeirão do Huck mostrou descoberta de alunos do RN

A educação do Rio Grande do Norte foi destaque do programa Caldeirão do Huck deste sábado (30), na TV Globo, ocupando meia hora da programação nacional. Na ocasião, o quadro Jovens Inventores mostrou a descoberta dos estudantes Antonio Geracino, Francisco Jociel e Huguenberg Santos, da Escola Estadual Zenilda Gama, da Zona Rural de Apodi. Eles desenvolveram um revestimento a base da cera do mel de abelha, capaz de oferecer mais durabilidade aos frutos.
A pesquisa dos jovens inventores de Apodi é fruto do incentivo à iniciação científica, que a Secretaria de Estado da Educação tem promovido, desde 2011, através do projeto RN CIÊNCIA. O projeto consiste em incentivar professores e alunos a desenvolverem pesquisas de iniciação científica para participarem das feiras regionais promovidas pela Secretaria da Educação, em parceria com a UFERSA, UERN e UFRN.
O resultado desse trabalho é apresentado anualmente durante a Feira de Ciências para Todos no Semi-Árido, em Mossoró, e a CIENTEC/UFRN, em Natal, com a Mostra de Iniciação Científica RN CIÊNCIA, do Governo do Estado, que ocupa um pavilhão inteiro do evento promovido pela Universidade Federal. Somente em 2013, o investimento da Secretaria de Estado da Educação na iniciação científica, por meio da realização de feiras e apoio logístico para participação dos estudantes em eventos nacionais e internacionais chega a meio milhão de reais.
Foi com esse apoio, que os estudantes de Apodi, orientados pela professora Gidélia Costa, participaram, em São Paulo, da Feira Brasileira de Ciências e Engenharia, da USP, em março de 2013, onde conquistaram o primeiro lugar nas categorias Empreendedorismo e Ciências Agrárias. Os alunos potiguares também foram convidados para publicar a pesquisa na revista Inciência e para apresentá-la na Feira Nordestina de Ciência e Tecnologia. Por conquistarem a nota máxima dos avaliadores do quadro Jovens Inventores, Antonio Geracino, Francisco Jociel e Huguenberg Santos saíram do programa Caldeirão do Huck, com R$ 30 mi, para investirem na comercialização do produto que inventaram.
Robson Pires

Nenhum comentário: