i

domingo, 13 de outubro de 2013

Bancos públicos do RN abrem na terça-feira

Responsável pelo pagamento de benefícios como o Bolsa Família, Auxílio-Desemprego, Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS), pagamento de prêmios das loterias, além de análise dos dossiês das famílias de baixa renda sorteadas com imóveis do Minha Casa Minha Vida, a Caixa Econômica Federal chegará segunda-feira ao 26º dia de greve em alguns estados brasileiros.

Levantamento feito pela Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf) mostra que a greve dos funcionários da Caixa, iniciada no final de setembro, ainda perdura sete estados: Rio Grande do Norte, Rio de Janeiro, Bahia, Ceará, Paraíba, Sergipe e Alagoas. Sindicatos ligados a Conlutas acrescentaram mais alguns: Maranhão, Santa Catarina, Mato Grosso e Pará.

As opções para depóstito e pagamento em dinheiro estão desativadas em pontos de auto-atendimento da Caixa.// JúniorSantos


O levantamento mostra ainda que a greve é geral em dois bancos cujas agências e foco de atuação são direcionados ao desenvolvimento regional: o Banco do Nordeste (BNB) e Banco do Estado do Rio Grande do Sul (Banrisul). 

No Rio Grande do Norte, os bancários da rede privada decidiram, na assembleia de sexta-feira (11) à noite, acatar a proposta de reajuste salarial apresentada pela Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) e voltam ao trabalho amanhã (14). Já os bancários do Banco do Brasil, Caixa Econômica e Banco do Nordeste realizam assembleia no final da tarde da segunda-feira para decidir o futuro do movimento.

A tendência é que voltem ao trabalho na terça-feira, dia 15, uma vez que o impasse sobre as reivindicações salariais foi solucionado. Segundo Marta Turra, do Sindicato dos Bancários do RN, questões específicas, como o pagamento integral de horas extras e dos dias parados, além da contratação de mais servidores para atuar nos bancos públicos. 

“Não tivemos garantias em relação a isso", disse hoje (13) a coordenadora geral do Sindicato dos Bancários do RN, Marta Turra. À TN Online, ela previu que a greve será encerrada amanhã e que Banco do Brasil, Caixa e Banco do Nordeste abrirão normalmente na terça-feira.

“Nossa luta pela ampliação do quadro de pessoal nos bancos públicos vai continuar em outras frentes. O Banco do Brasil já acenou com a contratação de 3 mil trabalhadores, o que achamos muito pouco para atender às demandas. No caso da Caixa Econômica, nem isso. Temos consciência de que o grande problema dos bancos públicos, hoje, é a falta de pessoal. Se nos dessem a opção, trocaríamos o reajuste salarial pela contratação de mais pessoal para atender ao público”, disse Turra, que é funcionária da Caixa Econômica.

Depósitos
Desde a semana passada, os clientes dos bancos em greve vêm reclamando das dificuldades para fazer depósitos em cheque ou dinheiro na Caixa e no Banco do Brasil. Além da falta de envelopes, os clientes dizem que foi desativada esta opção dos caixas automáticos. O Procon já aplicou multas nos bancos, mas o problema não foi resolvido. Até a manhã de hoje a opção nos caixas da CEF permaneciam desativa.

Tribuna do Norte

Nenhum comentário: