i

terça-feira, 30 de julho de 2013

Membros do Conselho Municipal de Políticas Culturais de Ipanguaçu tomam posse e cidade faz adesão ao Sistema Nacional de Cultura

Instituído pela Lei nº, 121/2013 o Conselho Municipal de Políticas Culturais de Ipanguaçu (CMPCI), que tem como finalidade de contribuir para a elevação do nível cultural do município e difusão do seu Patrimônio Histórico e Cultural, estimulando de forma permanente todas as suas potencialidades, tiveram os membros do conselho o ato de posse assinado na manhã de hoje (30), composto por representantes do Poder Público Municipal da Sociedade Civil. 

A solenidade aconteceu no Auditório do Centro Integrado da Cidadania (CIC), com a presença de diversas autoridades municipais, entre elas a da Secretária Municipal de Trabalho, Habitação e Assistência Social, Cristina Oliveira, que representou o prefeito  Leonardo Oliveira durante a solenidade, os secretários Mario Silvério (Agricultura e Meio Ambiente), Tales Praxedes (Gabinete Civil), e os subsecretários Wilson Cunha (Saúde) e Mara Carmelita (Educação), Elba Alcântara (Cultura e Turismo), e a Vereadora Luzineide Cavalcante. 

O secretário de Cultura e Turismo, Fernando Neto, destaca que o conselho terá importante papel para o fortalecimento da relação entre a produção cultural e as políticas de cultura, “A população é o nosso maior colaborador, queremos um conselho atuante, disposto a disseminar a cultura. Além de que será através do conselho que conseguiremos financiamento no setor cultural para cidade, pois todos os investimentos feitos hoje na cultura são financiadas pelo poder público municipal” frisa o secretário. 

Fernando Neto destaca ainda que o município fez adesão ao Sistema Nacional de Cultura, que tem o objetivo de estimular e integrar as políticas públicas culturais que são implantadas no âmbito dos governos federal, estadual e municipal, descentralizando e organizando o desenvolvimento cultural no país. 

O sistema funciona da seguinte forma: estados e municípios assinam o termo de adesão e, a partir daí, se comprometem a implantar no município ou no estado a estrutura cultural que é exigida pelo ministério. Em contrapartida, o Minc oferece apoio para o desenvolvimento de políticas culturais. 

Dos doze membros, seis são representantes do Poder Público Municipal e seis representantes da Sociedade Civil que atuam no âmbito das Artes e da Cultura no Município de Ipanguaçu. Os membros terão o mandato do conselheiro de 02 anos, a contar da efetiva posse dos mesmos e será sem ônus para a Municipalidade. Os membros do conselho de reúnem novamente em 30 de agosto. 


Nenhum comentário: