i

sexta-feira, 11 de maio de 2012

Professores da Ufersa aprovam nova paralisação

Depois da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (Uern), outra universidade pública em Mossoró poderá entrar em greve. Os professores da Universidade Federal Rural do Semi-Árido (Ufersa) poderão parar suas atividades dia 17 deste mês.

O indicativo de greve foi decidido anteontem em assembleia geral. Os docentes pleiteiam reestruturação da carreira, ponto acordado com o Governo Federal, mas descumprido em 2011, segundo a coordenação do movimento.

Os servidores também querem valorização do piso salarial e incorporação das gratificações, segundo o Sindicato Nacional dos Docentes das Instituições de Ensino Superior (Andes), que recomenda a greve em todo o Brasil.

A Ufersa tem 363 docentes efetivos, e a greve poderá prejudicar mais de três mil estudantes. É possível que a paralisação englobe os campi de Mossoró, Angicos, Caraúbas e Pau dos Ferros, atrasando o ano letivo de 2012, em pleno andamento.

A mobilização poderá ter apoio dos servidores técnicos-administrativos, que também estão se organizando para a greve, caso as reivindicações de valorização salarial não sejam atendidas.

Fonte: O mossoroense 

Nenhum comentário: