i

domingo, 23 de dezembro de 2012

Oposição se arma com Robinson, Fátima e o PMDB para derrotar Rosalba em 2014


Ainda no Jornal de Hoje…
Com a confirmação de que o PT deverá lançar a deputada federal Fátima Bezerra (PT) para o Senado em 2014, parte do palanque da oposição fica formado. Restando, agora, a definição do candidato a governador e do vice. E os partidos que irão compor este grupo. O vice-governador Robinson Faria, presidente estadual do PSD, percorre o estado afinando o discurso de oposição ao governo da governadora Rosalba Ciarlini.
O PSD, seu partido, acaba de formalizar a pretensão de se aliar oficialmente ao governo da presidente Dilma Rousseff (PT).  No Rio Grande do Norte, PT e PSD andaram juntos na eleição municipal. Os partidos contam ainda com o PSB da ex-governadora e Wilma de Faria e ainda assuntam sobre a possibilidade de o PMDB vir integrar o barco oposicionista.
Em entrevista à imprensa, a deputada Fátima confirmou sua intenção de disputar o Senado federal. Na eleição de 2014, a vaga do senador Garibaldi Alves, pai do ministro da Previdência, Garibaldi Filho (PMDB), estará em aberto. Aos 87 anos, o irmão do falecido ex-governador Aluizio Alves e do deputado estadual Agnelo Alves (PDT) não disputará a reeleição. Os senadores José Agripino (DEM) e Paulo Davim (PV) – este substituto de Garibaldi – estarão apenas na metade do mandato. Além de Fátima, teriam interesse na vaga de Garibaldi pai o deputado federal Henrique Alves (PMDB), que deverá estar na presidência da Câmara dos Deputados, e a ex-governadora Wilma de Faria (PSB), que já anunciou pretensão de disputar uma cadeira de deputado federal.
Assim, o cenário surge promissor para Fátima. A deputada afirmou, nesta semana, que pretende disputar a reeleição. Mas não escondeu seu “desejo” de disputar o Senado, o que seria uma orientação o PT nacional.

Nenhum comentário: