i

terça-feira, 19 de junho de 2012

Central do Cidadão de Macau é alvo de ação de despejo


Quatro oficiais de Justiça cumprem na manhã desta terça-feira (19) uma ação de despejo no prédio da Central do Cidadão do município de Macau, localizado à 180 quilômetros da capital potiguar.
Os oficiais lacraram o imóvel e estão retirando equipamentos e funcionários do local. O motivo da ação é devido ao atraso do pagamento do aluguel, no valor de R$1.500, por 12 meses.
Segundo a advogada, Carmem Rita Siqueira a proprietária do imóvel, Elcione Xavier Barbosa, tentou diversas vezes negociar com a Sejuc, secretária responsável pelas Centrais do Cidadão. “Nos últimos meses fomos desacreditados do pagamento. A secretaria informou que não há nem previsão. Um descaso.” afirmou a advogada.
O coordenador das Centrais do Cidadão, Nelson Mendonça, informou que a Sejuc está analisando uma forma legal para resolver o problema.
O prédio térreo que abrigava a Central do Cidadão está localizado Rua Martins Ferreira, s/n, no Centro de Macau, e ocupa um quarteirão inteiro. No local abrigava-se inúmeros serviços de atendimento ao público: agência bancárias, Tribunal Regional do Trabalho, Procon-RN, Detran entre tantos serviços que ficaram sem previsão de voltar a funcionar na cidade. O material destes órgãos estão sendo levados ao depósito da Justiça, pois não há outro local para abrigá-los.
Tribuna do Norte

Nenhum comentário: