i

segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

Assú Open começa hoje, reunindo elite do futsal nordestino

Começa nesta segunda-feira (05), às 19 horas, a segunda edição do Assú Open de Futsal. Apesar de jovem, o evento é encarado desde o seu início, em dezembro de 2010, como um importante ponto de encontro dos principais atletas nordestinos da modalidade. Não é para menos: a disputa, sediada no Ginásio Deputado Arnóbio Abreu, no município de Assú, vai distribuir mais de R$ 15 mil em prêmios. O campeão leva R$ 5 mil em dinheiro, mais uma moto de 150cc da Shineray, também no valor de R$ 5 mil.

Serão 11 dias seguidos de bola rolando e, se repetir o feliz desempenho do ano anterior, 11 dias de casa cheia. Isso é possível pela união de dois fatores: o primeiro é que o povo do Vale do Açu é, historicamente, apaixonado por futsal. O segundo é que o Assú Open acontece justamente quando se encerra o calendário de competições chanceladas pela Confederação Brasileira de Futsal e pelas federações de futsal, o que garante a participação dos craques.

A primeira rodada será aberta com grande rivalidade em quadra: campeã do Assú Open de 2010, a Seleção da Várzea enfrenta o Cruzeiro de Assú, time que eliminou na semifinal do ano passado. Os outros jogos da rodada são: Macau x Baixada e Prisiaca/Cal Mossoró x América/UEI de Ipanguaçu.  Os dois últimos jogos serão transmitidos pela equipe 1480 da Super Rádio Princesa do Vale.

Equipes reforçadas

Campeã da primeira edição do Assú Open, a Seleção da Várzea era formada pelos atletas que por muitos anos integraram o vitorioso time do ABC/Art&C, campeão da Liga Nordeste, hexa do Potiguar e vice da Taça Brasil. Este ano, mantendo a tradição de inscrever grupos fortes e entrosados, a equipe é formada pelos atletas do Fortaleza.

O vice-campeão, Macau, também aposta em repetir a fórmula do ano anterior e volta a contratar craques de Pernambuco.

Já o tradicional Cruzeiro, de Assú, que acabou de conquistar o terceiro lugar na Taça Brasil da 1ª Divisão e obteve a mesma colocação no Campeonato do Nordeste, reforça sua base com jogadores do Horizonte/CE, campeão do Nordeste e vice da Taça Brasil.

Para não ficar em desvantagem, o Mulungú, de Pendências, armou uma verdadeira seleção paraibana, com grandes craques do estado vizinho.

A camisa do Prisiaca será vestida pelos campeões do Rio Grande do Norte, jogadores do Alecrim de Serra de São Bento.

As outras equipes apostaram nos talentos locais, e prometem fazer frente às equipes de maior investimento.

E aí? Você arrisca um palpite? A única opinião que eu emito agora sobre o Assú Open, é que não dá para ficar de fora. Vá ao ginásio, escolha uma equipe para torcer e desfrute desse importante momento no calendário esportivo assuense. 

- Por Rodrigo Medeiros

Nenhum comentário: